Justiça endurece contra a greve na Prefeitura de Florianópolis

Além de dobrar o valor da multa, a justiça encaminhou o processo para apurar crimes que teriam sido cometidos durante a paralisação

A desembargadora Vera Copetti, agora há pouco, em despacho a uma nova petição da Procuradoria Geral da Prefeitura de Florianópolis, decidiu majorar em 100 mil reais/dia a multa ao sindicato dos trabalhadores, diretores e servidores do município que não cumpriram decisões anteriores e continuam em greve.Também, no despacho, a desembargadora, em tese, verificou a possibilidade de destituição da diretoria do sindicato e encaminhou o processo à Procuradoria Geral de Justiça para apurar crimes que teriam sido cometidos durante o movimento de paralisação.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome