“JURO ZERO”: PREFEITURA DA CAPITAL LANÇA PROGRAMA PARA PEQUENOS EMPREENDEDORES

O prefeito Gean Loureiro disse, no lançamento do programa, que 20 mil pequenos negócios vão ser contemplados com empréstimos sem juros e com mais vantagens sob responsabilidades do próprio governo...

Cerca de 2 milhões de reais passam a contemplar duas categorias de empreendedores em Florianópolis: o Micro Individual e a Micro Empresa. O programa, integrado pelo “Juro Zero”, foi lançado nesta tarde pelo prefeito Gean Loureiro e pretende alcançar mais de mil 20 mil negócios que, atualmente, enfrentam dificuldades para investimentos em pessoal e equipamentos.São empréstimos, subsidiados pela Prefeitura que vão de 3 a 5 mil reais conforme o perfil cadastral dessas empresas de pequeno porte.São empréstimos sem juros e que têm outras vantagens. Se o empreendedor quitar em dia as mensalidades dos empréstimos, as últimas parcelas serão pagas pela própria prefeitura ao Banco do Empreendedor, órgão que vai liberar todo o dinheiro. Esse modelo é o primeiro no país a ser realizado por um governo municipal.
Cumprindo uma das promessas de campanha da atual gestão municipal, a medida possibilita aos microempreendedores condições de acesso ao crédito sem cobrança de juros. “Estamos implementando diversas iniciativas para potencializar o empreendedorismo. Queremos retirar da informalidade mais de 20 mil trabalhadores, incentivando a geração de emprego e renda como também promovendo a inclusão e acesso a serviços financeiros, especialmente à população de baixa renda. Vamos focar no atendimento de 65 áreas de interesse social da cidade.”, afirma o prefeito Gean Loureiro.
Segundo o superintendente de Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Piter Santana, o programa oferece a ajuda que o microempreendedor individual (MEI) e a micro e pequena empresa (ME) precisam para crescer. “A intenção é fomentar o empreendedorismo, estimular a formalização e promover o desenvolvimento da economia de nosso município. Se os participantes pagarem todas as prestações em dia, o juro é por conta da Prefeitura de Florianópolis. Por isso, o juro será zero!”, reitera o superintendente.

Como funciona?

Participarão o microempreendedor individual (mei), que hoje tem seu faturamento anual não superior a 60 mil (5 mil reais mensais) e a micro e pequena empresa (me) com seu faturamento anual não superior 360 mil (30 mil mensais), que não tenham débitos com a Prefeitura e que sejam associadas a alguma entidade de classe local. O valor, prazo e condições do crédito serão definidos após avaliação da necessidade, viabilidade econômica e capacidade de pagamento do negócio apurados por meio de levantamento socioeconômico, que será realizado pelo Banco do Empreendedor. Todos os participantes receberão capacitação dos agentes de desenvolvimento parceiros, como o Sebrae/SC.

Para facilitar a obtenção do recurso, a administração pública entra como avalista, desde que toda a documentação esteja adequada. O programa Juro Zero Floripa não contempla pagamentos de multa e dos juros de mora por atraso nos pagamentos das parcelas. Portanto, para quem atrasar, será cobrada a taxa contratual de 3% para MEI e 2,9% para ME.

Os empréstimos serão quitados da seguinte forma: para MEI, em 8 parcelas, sendo a última paga pela Prefeitura, caso haja quitação das 7 parcelas iniciais em dia, e para ME, em 12 parcelas, sendo as duas últimas pagas pela Prefeitura, caso haja quitação das 10 parcelas iniciais.

Onde solicitar?

Os interessados podem procurar o Banco do Empreendedor em suas unidades em Florianópolis nos seguintes endereços:

Estreito – Rua Fúlvio Aducci, 710
Centro – Rua Felipe Schmidt, 752, loja 06 (AMPE)
Ingleses – ROD. SC-403, 5981, KM 6, LOJA 03
Rio Tavares – ROD. SC-405, loja 01, no 2578

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome