TURISMO DE QUALIFICAÇÃO: ALESC LANÇA PROJETO PARA VALORIZAR AS RIQUEZAS DO SETOR

"Temos que ter planejamento no setor de qualidade para atrair os turistas na valorização do Estado", diz o deputado Silvio Dreveck, presidente da Assembléia Legislativa

Planejar, aproveitando o seu potencial e buscando a qualificação, são os alvos principais do projeto “Turismo com Valor” lançado pela Assembléia Legislativa para dinamizar as políticas do setor em Santa Catarina. Para o deputado Silvio Dreveck, presidente da Assembléia, o Estado tem que aproveitar suas riquezas naturais para absorver cada vez mais, com essa atração, a busca, respostas e presença dos turistas nosso Estado, como vai acontecer no verão com os balneários. Ao apresentar o projeto, o presidente do Legislativo, deputado Silvio Dreveck valorizou a parceria da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc). Segundo o parlamentar, a iniciativa visa aproveitar o potencial turístico de forma estratégica para gerar mais desenvolvimento econômico e social de forma sustentável, a partir da cooperação entre instituições públicas, de pesquisa e de mercado.

Na ocasião, Dreveck explicou que o projeto terá quatro fases. No primeiro instante a veiculação de campanha publicitária tem o objetivo de sensibilizar a população sobre a importância da indústria do turismo na economia do estado. Após essa etapa, o projeto terá três ações práticas: a criação da Lei Geral do Turismo de Santa Catarina; a construção do Observatório do Turismo, portal de internet para o compartilhamento de informações sobre o setor; e a qualificação profissional de setores públicos e privados que atuam direta ou indiretamente na atividade, em sintonia com as vocações turísticas de cada região.
Considerando que nos últimos anos a Assembleia tem debatido inúmeros temas de impacto social e econômico no estado, Dreveck ressaltou que a iniciativa é contribuir para transformar o setor turístico em Santa Catarina numa referência de qualificação e inteligência.

O presidente da Fapesc, Sérgio Gargioni, assinou um convênio de parceria com a Assembleia por um período de cinco anos. Segundo o dirigente, a Fapesc vai realizar, paralelo à campanha, pesquisa e estudos que fundamentem a legislação do turismo. “Com o objetivo de contar com os melhores profissionais, será aberto um edital para que a comunidade científica e técnica que se interessar possa se inscrever para integrar o grupo de pesquisas.”

Após o estudo, Gargioni destacou que um dos resultados serão os subsídios para compor a legislação, que apresentará o que pode ou não ser feito no estado em relação ao setor turístico.

Segundo uma pesquisa de impacto econômico de viagem e turismo no estado, de 2009 a 2019 o setor deverá gerar mais de R$ 33 bilhões, empregando quase 700 mil pessoas. Diante desta expectativa, é preciso adotar estratégias para Santa Catarina atingir esse resultado. “Estamos certos de que o turismo é uma indústria limpa, que precisa ser melhor aproveitada no estado”, frisou.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome