IMPUNIDADE DO VERGONHOSO FORO PRIVILEGIADO DESBANCA ATÉ DECISÃO DA JUSTIÇA

Por conta dessa vergonha que é o foro privilegiado onde agentes públicos usam esse artíficio da impunidade para se livrar de crimes de corrupção, agora no Brasil, uma decisão judicial, é simplesmente ignorada e derrubada por votação meramente polítiqueira e corporativista. Tudo começou quando uma decisão do Supremo Tribunal Federal de suspender o mandato e manter sob prisão domiciliar o senador Aécio Neves, investigado por acusação de pedir propina para o açougueiro Joesley Batista da JBF. Imediatamente, por votação, o senado rejeitou a decisão do STF e soltou Aécio. E agora, a Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro, vota hoje a decisão do Tribunal Regional Federal que botou na cadeia três deputados estaduais acusados de lavagem de dinheiro e corrupção. Até quando, a sociedade vai tolerar um bando de corruptos que não teme nem a justiça. E aqui cabe um lembrete: Ulisses Guimarães é que dizia o certo: político só tem medo de uma arma: o povo nas ruas…

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome