CHUVAS: BOMBEIROS TRABALHAM COM FORÇA MÁXIMA

Por conta do excesso de chuvas no litoral do estado o Corpo de Bombeiros Militar ativou as salas de situação do 1° e do 13° batalhões, sediados em Florianópolis e Balneário Camboriú, respectivamente. Além disso, todo o efetivo e as equipes de Forças-tarefas estão de prontidão para novas demandas de atendimentos que possam surgir.

O Corpo de Bombeiros Militar trabalha de maneira integrada com a Defesa Civil do estado e dos municípios atingidos e em parceria com outros órgãos de segurança. O objetivo é minimizar os prejuízos e garantir a segurança da população.

Em Balneário Camboriú um homem teria sido sugado pela força da água e arrastado para dentro de uma tubulação de água fluvial. O corpo ainda não foi localizado. Em São João Batista uma menina de 8 anos morreu depois que uma árvore caiu sobre a garagem da casa onde ela estava.

Agora pela manhã, a situação mais crítica ainda é na Capital, onde há um acumulado de cerca de 120mm de chuva desde quarta-feira (10/01). Com alagamento das ruas em algumas regiões, como no bairro Rio Tavares, o trânsito teve de ser desviado. Algumas famílias foram removidas de áreas de risco e de encostas para estarem protegidas em caso de deslizamentos de terra. Na sede do 1° Batalhão no bairro Estreito, os bombeiros continuam mobilizados. De lá, eles acompanham as demandas de ocorrências que chegam dos outros bairros da Capital. O coronel BM Cesar Assumpção Nunes, comandante da região do litoral, acompanha os trabalhos e orienta as pessoas que moram em áreas alagadas, a procurar locais seguros para se abrigar. Turistas que não conhecem a região e quem tem voos marcados também precisam se antecipar para evitarem contratempos com o trânsito.

Em Porto Belo, cerca de 200 pessoas também foram retiradas pela defesa civil do município em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar por estarem em áreas alagadas e de risco. Elas foram levadas para um abrigo municipal. Durante a noite, equipes de Bombeiros e da Defesa CIvil fizeram resgates de moradores ilhados e registraram alagamentos no Centro, Vila Nova, Perequê e Alto Perequê.Um deslizamento de terra atingiu o único acesso entre Porto Belo e Bombinhas na madrugada desta quinta-feira. A pista foi parcialmente interditada, o que compromete o fluxo de entrada e saída do município. A pŕefeitura trabalha para desobstrução total da via.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome