DEPUTADO CATARINENSE DÁ EXPLICAÇÕES SOBRE DESEMBARQUE NO PARAGUAI

Considerada pela Polícia Federal como rota de fuga, o deputado federal
catarinense João Rodrigues foi abordado pela Polícia Federal do
Paraguai quando desembarcava no aeroporto nacional de Assunção na
noite de ontem.

Imediatamente, foi colocado em outro vôo e desceu em
Guarulhos, São Paulo, hoje pela manhã, sendo preso pela Polícia
Federal.

O Parlamentar, condenado pela primeira Turma do STF a cinco
anos e três meses de prisão, em regime inicial de semiaberto.
Rodrigues, com a família retornava de Orlando e, abordado pela polícia
do Paraguai, declarou que havia trocado de rota para poder se deslocar
de carro com a família até Chapecó, seu domicílio eleitoral.

Segundo a polícia brasileira, um levantamento sob apoio dos Estados
Unidos e do Paraguai, foi possível identificar que, dias antes de
embarcar em Orlando, o deputado Rodrigues havia alterado seu bilhete
de passagem, modificando o destino do Brasil pelo Paraguai.

João Rodrigues, sob regime semiaberto, poderá ter a mesma decisão
judicial concedida a outro deputado, Celso Jacob do PMDB/RJ que
durante o dia atua na Câmara e de noite e fins de semana tem  que se
recolher ao presídio.

O parlamentar catarinense, ao ser detido em Assunção, gravou um vídeo
explicando porque havia alterando a roda de retorno ao Brasil e falou
ainda sob a sentença do STF.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome