SC: PARTIDO NOVO, PELA RENOVAÇÃO, LANÇA PRÉ-CANDIDATURA À CÂMARA FEDERAL

Com a determinação de engajamento e resposta à maioria dos eleitores que, visando a moralização da classe política, exige, com razão, a renovação no voto das eleições de outubro, o partido NOVO em Santa Catarina vai lançar, nesta quarta feira, na sede da ACM (Associação Catarinense de Medicina), na SC-401, às 19 horas, em Florianópolis, a pré-candidatura do engenheiro civil, Eduardo Nobuyuki Usuy, à Câmara Federal.

O pré-candidato, 64 anos, é contra o uso de dinheiro público, como o Fundo Eleitoral de mais 2 Bilhões e 500 milhões de reais, para financiar a campanha: “ o dinheiro dos pagadores de impostos deve ser usado impreterivelmente em saúde, educação básica, e segurança. Não vamos usar um único centavo público em nossa campanha, e vamos financiar essa idéia através de doações individuais e voluntárias”.

Segundo, Eduardo Usuy, “sou um cidadão que decidiu agir para mudar o Brasil. Defendo maior liberdade, redução de impostos e diminuição do tamanho do Estado. O governo deveria focar em saúde, educação, segurança e infraestrutura. Acredito no equilíbrio para mudanças a longo prazo. Sou contra o uso de dinheiro público para campanha política e favor do fim dos privilégios”.

Natural do Paraná e residente em Florianópolis desde 1974. Engenheiro Civil, com Mestrado em Engenharia de Produção, Fundador e Dirigente de Cooperativas de Crédito, Ex-Professor, Aposentado da CAIXA, Empresário das áreas da Saúde e da Construção Civil.

Durante anos, diz ele, acreditei que somente com o trabalho honesto poderia contribuir para o crescimento do Brasil, deixando a política para os profissionais da área.
Recentemente, percebi o quanto nossa vida é influenciada pela politica, e desejando ou não, todos somos governados por aqueles que gostam dela. Pior ainda, os ausentes nunca tem razão.

Constatei ainda que não basta reclamar, precisamos participar, porque os Políticos atuais não farão as mudanças necessárias.

A minha primeira e única filiação partidária ocorreu em 18 de setembro de 2015, três dias depois que o Partido Novo recebeu o registro do Tribunal Superior Eleitoral.
Assim, me inscrevi no Processo Seletivo do Partido NOVO, estudei muito e fui aprovado.

Hoje ofereço minha energia, minha experiência e meu conhecimento para um projeto de mudança com equilíbrio, sensatez e muita determinação. Enfim, estou oferecendo meu nome construído ao longo dos 64 anos de vida, para deixar um Brasil melhor para os meus filhos e netos!

PROPOSTAS

a) Fim do carreirismo politico. Politica não deve ser profissão. Estar político é estar cumprindo uma missão. Portanto a prestação de contas do representante eleito deve ser uma constante para com seu eleitorado.

b) Fim do Foro privilegiado. Todos tem que ter o mesmo tratamento perante a lei.

c) Fim do Fundo Partidário e Fundo Eleitoral. Cada politico e cada partido tem que ser mantido pelos seus filiados e apoiadores, como qualquer organização associativa. Nada de dinheiro do povo.

d) Redução das estatais deficitárias. Como “não existe almoço grátis” tudo que dá prejuízo tem que ser saneado. As empresas estatais como todas as empresas devem ter resultado positivo. O povo não pode mais cobrir os prejuízos ocasionados pela má gestão pública.

e) Redução da burocracia, descomplicando a vida do cidadão empreendedor. O único criador de riqueza é o Individuo, e o Estado (governo) é um mero centralizador e distribuidor da parte dessa riqueza (impostos).

f) Reforma do modelo administrativo. O Estado deve focar na gestão nas áreas da Saúde, Educação e Segurança. Buscar o equilíbrio da distribuição dos recursos financeiros para a União, Estados e Municípios.

g) Ficha Limpa. Para se filiar ao Partido NOVO só são aceitos cidadãos Ficha Limpa. Assim também deve ser o Político, mandatário representante dos eleitores.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome