SÃO JOSÉ REALIZA MUTIRÃO PARA CASTRAÇÃO DE ANIMAIS DOMÉSTICOS

O mutirão de castração realizado nesta terça-feira (21), no bairro Colônia Santana, atendeu gratuitamente 100 animais da região com o intuito de auxiliar na prevenção de doenças e controlar a superpopulação de animais em situação de vulnerabilidade em São José. A ação contou com o apoio da Prefeitura de São José, por meio da Diretoria de Bem Estar Animal (Dibea), vinculada a Secretaria Municipal de Saúde, além da parceria do Projeto Castração, coordenado pela veterinária Marina Dante, do Projeto Faça o Bem que Você Pode e da Faculdade Anhanguera que levou os alunos do curso de Medicina Veterinária para participar do trabalho.

“É um trabalho gratificante que nos emociona e nos motiva, pois conseguimos unir muitos profissionais, voluntários, protetores dos animais e muitas famílias em torno desta causa tão importante que é proteger e dar mais qualidade, tanto para os animais em situação de vulnerabilidade, como para a população que vive em áreas da cidade onde a incidência de animais abandonados é maior”, conta a diretora de Bem-Estar Animal, Helena Márcia Kretzer.

O mutirão possibilitou a castração social de cães e gatos ao longo de todo o dia e, no total, a Dibea disponibilizou 100 vales castração para promover a realização das cirurgias no bairro. Atualmente, a Dibea conta com um grupo de 60 protetores de animais cadastrados que recebem mensalmente os vales castração e reforçam este serviço em diferentes localidades da cidade.

Vera Lucia da Silva Dutra, de 52 anos e responsável por cuidar de 30 animais no bairro Colônia Santana, é uma das protetoras que faz parte deste grupo. “Há 15 anos faço este trabalho no bairro. Geralmente resgato os animais da rua ou auxílio no cuidado daqueles que estão sob os cuidados de algumas famílias. É por meio dos vales castração disponibilizados pela Prefeitura através da Dibea, que conseguimos castrar muitos animais nesta região”, explica Vera Lucia.

A castração se tornou a opção mais saudável para controlar a taxa de natalidade e levar mais qualidade de vida para os animais. Nas fêmeas, a castração evita tumores mamários, infecção uterina, gravidez psicológica entre outras patologias. Já nos machos, a castração impede a reprodução sem controle, evita alguns tipos de câncer, reduz a demarcação territorial através da urina do animal e permite que ele brigue menos.

“Participar do mutirão foi uma experiência incrível e me deixou muito feliz. Aqui prestamos auxílio aos veterinários no período pós-operatório e demais funções importantes como a pesagem dos animais e instruções às famílias”, relata o estudante de Medicina Veterinária da Faculdade Anhanguera, Vinicius Amandio, de 19 anos.

“Acho a realização dos mutirões de castração um excelente iniciativa da Prefeitura e esperamos que continuem a realizar este trabalho em outras comunidades e também retornem outras vezes aqui”, comentou o morador Marcelo de Limas, de 51 anos, que levou a cadela Mel para castração.

Para reduzir o número de animais abandonados e atender aqueles adotados por famílias mais carentes, a Prefeitura de São José distribui gratuitamente os vales castrações tanto para os protetores, como para os proprietários de animais, por meio da Dibea. Para ter direito ao benefício, o cidadão precisa ir até a sede da Dibea e apresentar a documentação necessária para obter o vale.

A Diretoria Bem-Estar Animal está localizada na Rua Altamiro Di Bernardi, número 108, em Campinas, e o telefone para contato é: (48) 3348-5739 ramal 20.

(Fonte e foto: PMSJ)

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome