ELEIÇÕES: TRE MONTA COMITÊ DE SEGURANÇA

Integrado por juízes, delegados das policias Federal, Civil e oficiais da Polícia Militar, o comitê de segurança das eleições em Santa Catarina já decidiu algumas das ações que serão cumpridas durante a campanha eleitoral e no dia 7 de outubro, data das eleições.

O desembargador Ricardo Roesler, presidente do Tribunal Regional Eleitoral destaca o contexto da próxima eleição, a maior da história, com mais de 5 milhões de eleitores. “É  preciso que sejam redobrados os esforços, no sentido de garantir a tranquilidade no estado”.

O coordenador do Comitê de Segurança das Eleições e juiz do Pleno do TRE-SC, Vitoraldo Bridi, disse que, além das situações específicas da fiscalização de propaganda eleitoral, as instituições integrantes do Comitê garantirão auxílio na distribuição e recolhimento das urnas eletrônicas, na auditoria da Votação Paralela e, com destaque, no dia da eleição, garantindo o bom andamento dos trabalhos eleitorais e comunicando ao Tribunal as ocorrências ilícitas durante a realização do pleito”, detalhou.

Integram o Comitê de Segurança das Eleições, além do juiz Vitoraldo Bridi, o delegado de polícia Alexandre Kale, da Secretaria de Segurança Pública Estadual, o tenente coronel Luciano Gabriel Thiele, da Polícia Militar, os delegados Giuseppe Borsato Cavagnari e Maurício Manica Gossling, da Polícia Federal, o diretor-geral do TRE-SC, Sérgio Manoel Martins, e a secretária da Corregedoria Regional Eleitoral do Tribunal, Renata de Fávere. O representante da Polícia Civil ainda será indicado.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome