TRE REALIZA SIMULADO PARA DEMONSTRAR SEGURANÇA DA URNA ELETRÔNICA

Para demonstrar a garantia do sigilo dos sistemas de software das urnas eletrônicas, desde a votação até a totalização dos votos, o Tribunal Regional Eleitoral realiza hoje em 78 das 98 zonas eleitorais a segunda operação de teste simulado.

“O Simulado engloba, ainda, outros sistemas envolvidos no processo eleitoral, como cadastro, sistema de candidaturas, votação, transmissão e totalização dos votos.
As Zonas Eleitorais foram divididas em 9 grupos que estão testando, ao todo, 11 cenários de votação que incluem, por exemplo, uma votação normal, uma votação normal com interrupções e utilização de urna de contingência e uma votação normal com boletim de urna final gerado pelo recuperador de dados.

O evento está sendo acompanhado pelo presidente do TRE-SC, desembargador Ricardo Roesler, na Central de Atendimento ao Eleitor, em Florianópolis. “Estamos fazendo simulações das eleições, apresentando vários cenários onde poderá haver situações diversas de risco para a urna. Essas simulações visam demonstrar não só a eficiência, mas sobretudo a segurança das urnas eletrônicas”, comentou o desembargador Roesler.

Além do presidente do TRE-SC, a Ouvidoria também está presente na Central, por meio do juiz Ouvidor, Wilson Pereira Júnior.

Hoje, o Simulado está sendo realizado na Sede do Tribunal Regional Eleitoral, que aproveitará o evento para efetuar uma simulação tendo como base a eleição para prefeito em Vidal Ramos, que ocorrerá em 28 de outubro.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome