SAÚDE: MAURO MARIANI GARANTE GESTÃO 100% PÚBLICA

Gestão da Saúde 100% técnica. Foi o que garantiu o candidato do MDB ao governo, Mauro Mariani, se for eleito, durante participação, ontem em Florianópolis, no encontro Catarinense de Hospitais .

Para Mariani, se existe uma área em que “não há espaço para politicagem”, essa é a saúde. Como exemplo disso, exaltou a atuação de todos os membros da bancada parlamentar do Estado em Brasília, que ajudaram a trazer centenas de milhões de reais em recursos nos últimos três anos, marcados por uma implacável crise financeira.

“A saúde precisa ser 100% técnica. Não tem como tratar politicamente nenhum tema. No nosso governo vai ser tudo planilhado e todos terão acesso. Tem que ser tudo aberto e transparente, 100% transparente. Quem quiser discutir vai ter que ser com número em cima da mesa”, disse Mariani.

REORGANIZAÇÃO

O candidato do MDB também afirmou ser necessária uma reorganização da rede hospitalar catarinense. Segundo ele, o governo precisa dar mais apoio aos hospitais que apresentam os melhores resultados. Por conta disso, o ex-prefeito de Rio Negrinho disse estar convencido de que a melhor opção é o fortalecimento da rede filantrópica. Questionado se expandiria o número de unidades administradas por Organizações Sociais, Mariani foi direto:

“Eu prefiro usar o sistema filantrópico, com a participação da sociedade. Eu estive na Fiesc e fiz uma provocação, para que eles participem, talvez em conselhos de administração. A gente precisa trazer a sociedade para dentro do processo. Não há mais dinheiro para financiar ineficiência”.

Mariani ainda voltou a citar um relatório do Tribunal de Contas (TCE), que apontou que a ineficiência apenas dos 13 hospitais administrados diretamente pelo Estado custou R$ 671 milhões em 2016 , e citou que os hospitais filantrópicos são responsáveis por 70% dos atendimentos SUS, ao passo que recebem cerca de 30% dos recursos. Por fim, o emedebista terminou a sua participação na sabatina com uma mensagem de esperança:

“Não tem dinheiro para fazer brincadeira na saúde. Vamos ter que quebrar os cacos para poder resolver. Os tempos serão outros. Vai ter gente que vai reclamar, mas vocês sabem que dá para melhorar muito. Vai ter muita pedra no nosso caminho, mas vamos entregar um sistema de saúde muito melhor, para atender o cidadão. Teremos novas fórmulas para enfrentar velhos problemas”.

Após a sabatina, Mariani assinou uma carta de compromissos com as demandas dos hospitais filantrópicos de Santa Catarina.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome