MERÍSIO: “GRUPO DE SERVIDORES EFETIVOS VAI LIDERAR A GESTÃO”

“Quero encontrar dentro do próprio quadro de efetivos do governo estadual cerca de 500 líderes, que serão os principais responsáveis pela gestão do Executivo”, a proposta foi apresentada pelo candidato ao governo, pelo PSD, Gelson Merísio, durante roteiro que cumpriu ontem em cidades da Região Norte.

Em Joinville, Merísio lembrou que “todo esse processo foi implantado quando era superintendente do Sebrae em Santa Catarina e que deu certo”. O candidato manteve reuniões também com lideranças de Rio Negrinho e São Bento do Sul, onde detalhou as propostas para aumentar eficiência do serviço público.

“Quando eu fui presidente do Sebrae lá em 2001, iniciamos um processo de ouvir todos os cerca de 400 funcionários da instituição. Agora eu quero fazer isso com o governo estadual”, explicou Merisio, acompanhado do candidato a senador Esperidião Amin (PP).
A ideia é buscar sugestões para melhorar cada setor diretamente com os servidores da área, empoderando os mais motivados e capacitados para liderar.

REDUÇÃO DE CARGOS COMISSIONADOS

Esse processo se alia ao corte de 1200 dos 1400 cargos comissionados, deixando apenas 200 vagas preenchidas por indicação. “Vamos reduzir drasticamente o número de cargos comissionados e fortalecer a liderança dos efetivos. Servidores precisam ser motivados, conquistados no envolvimento de sua missão pública, e é sobre isso que nós vamos trabalhar”, afirmou.

RIO NEGRINHO – SÃO BENTO DO SUL

Em Rio Negrinho, o candidato a governador Gelson Merisio (PSD) foi recepcionado pelo prefeito municipal, Júlio Ronconi (PSB). Merisio e lideranças fizeram uma caminhada pelo bairro Vista Alegre, visitando comércios e sendo recepcionados pelos moradores locais. Acompanharam a caminhada também os candidatos a deputado estadual Silvio Dreveck (PP) e Abel Hack (PSB), além do candidato a deputado federal Darci de Matos (PSD).

Em passagem por São Bento do Sul, o candidato a governador Gelson Merisio foi recepcionado pelo prefeito Magno Bollmann (PP) na praça Getúlio Vargas. Merisio fez questão de destacar que foi Bollmann o responsável pela sugestão de uma das 10 secretarias que ele prevê para o governo estadual (atualmente são 18). É a Secretaria das Cidades, que cuidará dos convênios para as prefeituras realizarem obras e também de iniciativas em consórcios municipais. Merisio defende a extinção das agências regionais e o fortalecimento das Associações de Municípios

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome