PREFEITURA TRANSFORMA LIXÕES IRREGULARES EM ÁREAS DE LAZER

A Prefeitura de Florianópolis lançou no sábado, no Jardim Atlântico, o programa “Revitaliza Floripa”, para recuperação de áreas de uso público e interesse social.

O movimento integra diversos órgãos municipais e a sociedade e prevê a sensibilização social, limpeza, implantação de equipamentos de saneamento ambiental e de lazer para eliminar pontos de descarte irregular de resíduos.

O prefeito Gean Loureiro informou que a força-tarefa tem a meta de zerar os pontos de lixo, que chegam a quase 200 na cidade, criando espaços de saúde e lazer que possam ser mantidos pelas comunidades.

No local, onde antes havia uma montanha de lixo, começou a ser implantado um bosque de frutíferas nativas, como pitanga, araçá e ingá, e canteiros de flores. Bancos e grafite vão completar a revitalização do espaço na Rua Nossa Senhora do Rosário, esquina com a praça da PC3.

COMUNIDADE FISCALIZA

“Com essa ação tem tudo para a comunidade segurar as pontas agora e mudar a atitude, impedindo que essa rua siga sendo mal vista por causa do lixo”, disse o pastor Joel Galvão que apoiou a organização do mutirão.

Carlos Alberto Will caminha todo dia na PC3 e pretende passar de manhã e à tarde no espaço para vigiar a sua manutenção. “Espero que o povo mantenha, porque é para o bem da comunidade, para evitar ratos, barata, mosquito. A pessoa tem que entender que só está livre quando o seu lixo estiver no destino certo. Temos de cuidar isso é nosso”, comentou.

Claudete Maria de Souza Machado mora há 32 anos no bairro e emocionou-se com a ação da Prefeitura de Florianópolis, por meio da Comcap, Floram, CRAS do Jardim Atlântico e Secretaria do Continente. “Passo aqui todos os dias e vejo muito lixo, é triste. Agora estou emocionada, já plantei minha pintagueira e virei todos os dias aqui para regar todas as plantas. Se cada um fizer um pouquinho nossa cidade ficará linda.”

Elza Adão Veloso lembrou que há anos as pessoas tentam se mobilizar para acabar com o ponto de descarte irregular. “Isso é um sonho realizado, sinceramente estou muito feliz de passar por aqui, a caminho do supermercado, e não ver mais a nojeira que era. Flagramos muitas caminhonetes, gente vindo de fora para jogar lixo aqui do lado de nossas casas”, apontou.

Agora recuperado, o local terá monitoramente e fiscalização para impedir a deposição irregular de lixo. Resíduos volumosos devem ser levados até o Ecoponto de Capoeiras, mantido pela Comcap na Rua Egydio Ferreira, no terminal desativado de Capoeiras.

(fotos: Cristiano Andujar/PMF)

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome