CRIME ORGANIZADO E CORRUPÇÃO NA MIRA DO NOVO PROCURADOR GERAL DE SC

Intensificar o combate ao crime organizado, buscar o fortalecimento do combate à corrupção, com o incentivo às boas práticas na esfera pública, e a aproximação com o governo buscando ações de inovação. A declaração, foi  do promotor de carreira Fernando da Silva Comin ao ser  oficialmente escolhido pelo governador Carlos Moisés para ser o Procurador Geral de Justiça.

Ao optar pelo mais votado entre procuradores e promotores, o governador disse que estava ratificando a tradição governamental de respeitar a escolha interna do Ministério Público. A apresentação de Comin foi realizada durante a reunião do Colegiado Pleno, em Florianópolis, e contou com a presença da vice-governadora Daniela Reinehr.
Segundo, ainda, o governador Carlos Moisés “o promotor Fernando é uma pessoa que se alinha muito com o que a gente pensa. Levamos em consideração as qualidades pessoais dele. Trata-se de uma pessoa que detém todas as condições de ser o chefe do MPSC. Ele tem o desejo de fazer a coisa certa, um sentimento voltado às necessidades do Estado”.

O novo procurador, que toma posse no dia 5 de abril, agradeceu ao governador Moisés “por ter prestigiado a vontade da minha classe, nomeando o candidato mais votado. Isso é muito importante para o MP. Estaremos ao lado do Governo, buscando parcerias e uma atitude colaborativa, de união de esforços em prol da nossa sociedade. O MPSC é um órgão que tem muito a contribuir com diversas pautas de grande feição e caráter social”, salientou Comin, que recebeu 329 votos, contra 170 do segundo colocado.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome