FIESC E BANCADA DE SC COBRAM SOLUÇÕES SOBRE OBRAS PARADAS NAS BRs

O vice-presidente regional Oeste da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), Waldemar Schmitz, participa às 18 horas, de reunião no Ministério da Infraestrutura, em Brasília, junto com a bancada catarinense e o Fórum Parlamentar Catarinense, para buscar soluções sobre a paralisação das obras nas BRs 282 e 158, andamento das obras de duplicação das BRs 280 e 470 e Contorno Viário da Grande Florianópolis.

Schmitz representará a FIESC e o Fórum de Competitividade e Desenvolvimento para a Região Oeste de SC.

A FIESC encaminhou documento ao ministro Tarcísio Gomes de Freitas pedindo especial atenção e apoio no sentido de tomar medidas emergenciais para suspender o contingenciamento dos recursos para a continuidade das obras do segmento da BR 282, no trecho de 160 quilômetros, entre Chapecó e São Miguel do Oeste.

O edital foi lançado em 2016, sendo que as obras foram iniciadas somente em novembro de 2018. O prazo final previsto para conclusão é novembro de 2020. Do orçamento de R$ 158 milhões, foram executados, até o momento, R$ 14,2 milhões.

O presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar, observa no documento que no Orçamento Geral da União de 2019, a obra foi contemplada com um montante de R$ 35 milhões, valor que foi contingenciado. Entretanto, no mesmo exercício os valores investidos foram provenientes dos restos a pagar (R$ 5 milhões).

Os municípios do entorno da BR 282 são responsáveis por cerca de 24% do PIB de Santa Catarina. Agregam 1,7 milhão de habitantes (IBGE/2018) e geram um PIB de aproximadamente R$ 61,6 bilhões (IBGE/2016).

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome