RAIMUNDO COLOMBO DEFENDE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA PARA ESTADOS E MUNICÍPIOS

Em Florianópolis, na semana passada, Raimundo Colombo foi homenageado pela maçonaria.

O ex-governador e atual coordenador nacional da Fundação Espaço Democrático do PSD, Raimundo Colombo, participará hoje da segunda reunião do Conselho Político e Social da Associação Comercial de São Paulo.

O encontro contará com palestra da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina que falará sobre a importância do agronegócio para o fortalecimento do comércio no Brasil.
A participação do ex-governador no COPS é sem remuneração.

Pela Fundação Espaço Democrático do PSD, Raimundo Colombo já participou de atos do partido em Palmas, Teresina, Aracajú, Salvador e Fortaleza.

HOMENAGENS EM FLORIANÓPOLIS

E na semana que passou, o ex-governador Colombo foi homenageado pela Loja Maçônica Manoel Gomes aqui em Florianópolis.A sessão foi conduzida por André Moreno e contou com a participação de mais de 50 maçons, entre eles, o representante do grão-mestre da grande loja de Santa Catarina, Anderson Malgueiro.O diploma foi entregue pelo lageano Maurício Kuster.

Antes da homenagem, Colombo fez uma palestra sobre o Brasil e seus desafios e destacou os avanços obtidos por Santa Catarina nos mais de sete anos de governo. Colombo disse que a sua maior obra foi não ter aumentado os impostos, como fizeram outros estados.

Essa decisão, segundo o ex-governador, permitiu que o Estado apresentasse os menores indicadores de desemprego do país. Lembrou que na área têxtil decidiu baixar a alíquota de ICMS para combater a entrada de produtos chineses, apesar do posicionamento contrário dos técnicos da Secretaria da Fazenda. “O resultado foi que o setor se revigorou e ampliou as contratações de trabalhadores”, observou.

Sobre a Previdência, Colombo lamentou que o relator da reforma, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), tenha retirado os estados e municípios da proposta. “Não pode fazer isso. O sinal para o mercado tem que ser de que nós vamos fazer o que precisa ser feito para gerar emprego, para fazer justiça e arrumar o nosso país. Aí os investimentos veem e o Brasil sai do quinto ano de recessão.

O ex-governador lembrou que Santa Catarina já fez a mudança que era possível fazer na Previdência, sendo o único estado que conseguiu aprovar por unanimidade com os demais poderes. “Agora, é preciso estabelecer a idade mínima e as coisas que são básicas”.

Raimundo Colombo agradeceu pela homenagem e destacou o papel exercido pela maçonaria, uma das instituições com maior credibilidade e qualidade no país.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome