OPERAÇÃO DA POLÍCIA FEDERAL ENVOLVE O PREFEITO GEAN LOUREIRO

A Policia federal, na manhã de hoje, dentro da operação denominada chabú, cumpriu em Florianópolis, sete mandados de prisão temporária e 23 de busca e apreensão. Dentre os presos, estaria o prefeito da Capital Gean Loureiro e o ex-secretário da Casa Civil do governo Pinho Moreira, Luciano Veloso.

A decisão dos mandados partiu do Tribunal Regional Federal, com sede em Porto Alegre para combater uma rede composta por políticos, empresários e servidores da Policia Federal e da Policia Rodoviária Federal por vazamento de informações sobre investigações.

Houve muita movimentação nessa manhã sobre a suposta prisão do prefeito Gean Loureiro. Segundo nota oficial da Prefeitura “as informações que temos é de que trata-se de uma operação que investiga policiais. Informações preliminares dão conta de que não há nenhum ato ou desvio de recursos públicos relacionados a prefeitura e de que a suposta relação entre o Prefeito Gean Loureiro e os envolvidos não teria nenhuma ligação com eventuais atos. Prefeito já concordou em prestar todas as informações necessárias, aguardando agora para prestar depoimento na Polícia Federal”.

Também, as prisões temporárias teriam sido decretadas porque, no ano passado o STF decidiu que nenhum investigado poderia sofrer condução coercitiva e por isso, desde então, a justiça vem decretando a prisão temporária que tem a duração de até cinco dias.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome