GOVERNO COMEMORA GESTÃO NA SAÚDE MAS, FILAS ENORMES DE ESPERA CONTINUAM CRESCENDO

Embora carente de melhorias,de pessoal, de aperfeiçoamento e um processo de gestão bem planejado, para que todas as pessoas que necessitam de atendimento na área da saúde pública tenham acesso aos procedimentos médicos e hospitalares, o governo do Estado comemora que nos primeiros seis meses deste ano, as unidades da Saúde estadual realizaram mais de 1 milhão de atendimentos.
O governo diz que critérios técnicos na alocação de recursos, redução da dívida e melhorias nos processos de compra são algumas das marcas implantadas pelo setor nos primeiros 200 dias de gestão.

O governador Carlos Moisés observa que os sistemas muitas vezes ficaram isolados. Sempre houve muita crítica quanto à transparência na saúde. Este foi um grande desafio, melhorar o controle e o acesso aos dados da saúde. Também temos avançado muito na melhoria das compras” e acrescenta Carlos Moisés: “quero que as pessoas que estão sendo atendidas sintam o resultado disso tudo, que sintam uma melhoria real, com profissionais cumprindo horários, hospitais limpos, organizados, sem faltar insumos, sem filas”.

Já o secretário da Saúde, Helton de Souza Zeferino, garante que o principal avanço nesses 200 dias foi a valorização dos servidores com experiência dentro do setor, que passaram a ocupar cargos de gestão. “Eles apresentaram várias ideias, apontaram situações que não eram conduzidas da melhor forma e nos ajudaram em processos vitoriosos, como a digitalização dos processos licitatórios”.

CONTRAPONTO

Quando o governador Carlos Moisés fala numa gestão sem filas de espera, seria bom que ele visitasse mas, sem anunciar previamente, o Hospital Regional de São José, o Celso Ramos, o Infantil para saber que as milhares de pessoas que estão na fila, não estão nas emergências esperando para visitar doentes mas, por horas e horas de espera, para serem atendidas, até de urgência

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome