GOVERNO FEDERAL DECIDE AMANHÃ SOBRE SAQUES DAS CONTAS ATIVAS DO FGTS

A equipe econômica do governo Bolsonaro deve anunciar amanhã a autorização para que os trabalhadores tenham acesso a saques das contas ativas e inativas do FGTS. O programa prevê que, anualmente, no dia do aniversário do trabalhador, seja liberado um valor determinado do saldo da conta do fundo de garantia.
Quando iniciou os estudos desse programa, o grupo de trabalho pensava em liberar um saque apenas das contas ativas e inativas mas, decidiu agora promover a retirada a cada ano, para injetar mais recursos na economia.

Mas, se o trabalhador optar em sacar anualmente parte do FGTS ele não poderá, em caso de sair do emprego, poder sacar o saldo da conta. O governo diz que essa definição vai evitar qualquer incentivo a demissões.

Dos R$ 30 bilhões que estão previstos para liberação neste ano, são colocadas três opções:
O trabalhador que tem saldo de até R$ 5 mil na conta do Fundo de Garantia poderia sacar, a cada ano, 35% da conta. Com saldo de até R$ 10 mil, o saque seria de 30%.
Como fato novo mas, sem confirmação ainda , deve ser decidido que, a cada 12 meses, o trabalhador tenha direito a sacar R$ 500.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome