PLANEJAMENTO: PREFEITURA DE PALHOÇA VIABILIZA PLANO ESTRATÉGICO PARA OCUPAÇÃO ORDENADA DO SOLO

Para dar continuidade ao Plano Estratégico de Desenvolvimento da Região Sul de Palhoça, a ´prefeitura municipal realiza, às 19 horas de hoje no Salão Paroquial da Igreja do bairro Pinheira, mais uma oficina de interesse público, aberta à comunidade, com propostas de melhorias de infraestrutura principalmente de entidades ligadas ao comércio, turismo, surf e pesca.

O Plano de Desenvolvimento já foi discutido em outras três oportunidades com uma Comissão Multidisciplinar composta por secretários municipais, vereadores e representantes da sociedade civil organizada como associações de bairros e moradores.

Nas reuniões realizadas anteriormente, o corpo técnico da Prefeitura recebeu muitas contribuições e elaborou propostas que atendem de forma satisfatória todas as demandas. Na oficina, o trabalho já realizado será analisado em grupos que vão debater suas sugestões de melhoria junto ao técnico responsável para promover uma dinâmica de construção coletiva.

OCUPAÇÃO DO SOLO

Na reunião de hoje, a comunidade poderá apresentar suas propostas e sanar suas dúvidas acerca das diferentes necessidades e projetos elaborados para cada bairro do sul do município como as propostas de zoneamento para a região litorânea e uso do solo da região da Baixada do Maciambú.

A comissão multidisciplinar, criada em março, discute a criação de um fundo de investimentos e a regularização de áreas já consolidadas da região, onde estão as principais praias de Palhoça.

O debate envolve obras e serviços de infraestrutura como a implantação da rede de abastecimento de água tratada e esgotamento sanitário, energia elétrica e bolsões de estacionamento por meio da definição dos limites geográficos e nomes dos bairros, além da delimitação de regras claras para a construção civil, com limites para a verticalização e gabarito entre dois e seis pavimentos.

O prefeito Camilo Martins, que lidera o grupo de trabalho, ressalta que o objetivo é proporcionar reflexão coletiva para o poder público e a população planejarem o futuro da região sul do município por meio de um debate legítimo, onde cada associação ou conselho realiza as ponderações das comunidades com apoio do corpo técnico da Prefeitura. “Uma das regiões mais belas da cidade merece a promoção do crescimento econômico conciliada à mobilidade urbana e à proteção ao meio ambiente”, conclui.

O secretário municipal de Infraestrutura, Eduardo freccia, enfatiza a necessidade de proporcionar o desenvolvimento sustentável para frear o rápido crescimento desordenado na região devido a ocupação irregular. “A convergência entre os envolvidos é fundamental para cobrar, inclusive, agilidade dos órgãos ambientais do estado”, explica.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome