PREFEITURA LANÇA CENTRO DE AVALIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DE APRENDIZAGEM EM FLORIANÓPOLIS

A Prefeitura de Florianópolis lançou hoje o serviço integrado de atendimento de crianças e adolescentes com dificuldades no desenvolvimento escolar que irá oferecer acompanhamento de profissionais da assistência social, educação e saúde.

Já neste segundo semestre, um serviço unificado de atendimento a estudantes da rede municipal de ensino, com dificuldades no desenvolvimento escolar, passará a funcionar na Capital.

O Centro de avaliação, reabilitação e desenvolvimento da aprendizagem (Cedra) é uma iniciativa das secretarias de assistência social, educação e saúde. O evento de lançamento ocorreu nesta quarta-feira, no Centro de Educação Continuada da Secretaria de Educação da Capital.

O Cedra irá realizar avaliação, diagnóstico e acompanhamento de estudantes da rede municipal de ensino de até 15 anos incompletos com suspeita dos seguintes transtornos do neurodesenvolvimento: Transtornos Específicos da Aprendizagem, Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) e Deficiência Intelectual Leve/limítrofe.

Visando a assistência qualificada, a promoção da melhora na qualidade de vida e a integração social deste público, o serviço será formado por uma equipe multiprofissional de pedagoga, psicóloga, pediatra, fonoaudióloga, neurologista, psiquiatra e assistente social. O fluxo de entrada será por meio do grupo de escuta, uma articulação entre as unidades educativas, centro de saúde e demais serviços de assistência.

Os profissionais que atuam nas unidades educativas, de saúde, Centros de Referência em Assistência Social (Cras) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) da Prefeitura de Florianópolis estão recebendo capacitação dos profissionais do Cedra sobre o público beneficiado, a forma de ingresso para avaliação e atendimento e demais necessidades para funcionamento do serviço.

PRESENÇA NOS REGISTROS DE DIFICULDADES

Para o prefeito da Capital, Gean Loureiro, “o serviço oferecido pelo Cedra vai além da investigação dos processos de aprendizagem dos estudantes que apresentam dificuldades, pois auxiliará com apoios quando detectada a dificuldade tanto para o estudante quanto aos profissionais que estão envolvidos no contexto escolar”.

O secretário de Educação, Maurício Fernandes Pereira, salienta que a Prefeitura da Capital está buscando criar um serviço de referência.
“Diante da crescente demanda no município de crianças e adolescentes com suspeita de dificuldade na aprendizagem, justifica-se a importância da criação de um serviço qualificado destinado a essa população”, completa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_

 

 

 

 

 

 

 

 

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome