CURSO DE DEFESA PESSOAL PARA MULHERES: GUARDA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ RECEBE MAIS DE 600 INSCRIÇÕES

Paulo Limas: Especialista em combate corpo a corpo, técnico em imobilização tática, faixa preta em Full Contact, Faixa Marrom em Jiujitsu, Faixa verde em Krav Maga. Instrutor de Defesa Pessoal e Imobilização Tática há 10 anos.

Mais de 600 mulheres estão inscritas no projeto “Guarda Por Elas”, que vai oferecer aulas gratuitas de defesa pessoal pela Guarda Municipal de São José. Como o número de alistados ficou acima da expectativa, a Prefeitura de São José decidiu elevar o número de turmas, passando de duas para quatro.

Através do site da prefeitura, todos os inscritos poderão saber quais registros foram selecionados e quais ficaram na chamada lista de espera.
E, como consequência, as mulheres selecionadas deverão comparecer até as 17 horas de quarta feira, na sede da GMSJ, localizada no bairro Campinas, para entregar uma cópia de documento de identificação com foto e comprovante de residência no seu nome (caso não tenha no próprio nome levar uma declaração de que reside no endereço assinada pelo titular).

E, na quinta feira, às 18 horas, todas as mulheres inscritas deverão comparecer à sede da Guarda Municipal e participar da aula inaugural do curso. Caso alguma das mulheres selecionadas não compareça para entregar os documentos ou não compareça na aula inaugural, será feita a chamada das próximas da lista por ordem de inscrição.

ENFRENTAMENTO DA VIOLÊNCIA

O projeto “Guarda Por Elas” tem o objetivo de possibilitar alternativas para o enfrentamento da violência contra a mulher, por meio da disseminação dos direitos e mecanismos de proteção às mulheres, empoderamento feminino no seu aspecto emocional e instruções pelo Sistema de Combate e Defesa Pessoal Israelense).

“Havíamos disponibilizado 60 vagas que, inicialmente, seriam divididas em duas turmas. Mas, devido ao grande número de inscrições, incluímos mais duas turmas para ampliar o curso e atender um grupo maior de mulheres que tiveram o interesse de participar das aulas”, explica o comandante da GMSJ, Marcelo Luiz de Souza.
Sobre o curso

As aulas serão ministradas na sede da GMSJ, no bairro Campinas, e na Praça do CEU, no bairro Ipiranga, uma vez por semana, durante dois meses, com encerramento previsto para o dia 3 de dezembro.

A aula teórica será aplicada integralmente no primeiro encontro pela guarda municipal Ângela Welter que fará a apresentação da equipe e cronograma do projeto. Nos encontros seguintes o projeto dará início às práticas da defesa pessoal com a professora Josiane Alcântara, que é instrutora Operacional do Grupo ATTAC, e o especialista em combate corpo a corpo e técnico em imobilização tática, Paulo Limas.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome