PM CIDADÃO: SEGURANÇA PÚBLICA LANÇA INSTRUMENTO DE MAIOR AGILIDADE SOBRE REGISTRO DE OCORRÊNCIAS

Para facilitar e melhorar o relacionamento do cidadão com a área da Segurança Pública, a Polícia Militar lançou um aplicativo onde será possível encaminhar pedidos de atendimento através de mensagens, vídeos e fotos que vão gerar as ocorrências.

O programa, denominado de PMSC Cidadão vai também promover, além de denúncias de forma anônima, as ações de proteção à mulher vítima de violência doméstica e familiar, dentro do Programa Rede Catarina de Proteção à Mulher.

De acordo com o chefe do setor de tecnologia da instituição, o Inova, major Joamir Rogério Campos, poderão também ser solicitadas visitas preventivas por uma guarnição especializada. Desta forma, será possível acompanhar o trâmite e visualizar medidas protetivas de urgência, com integração ao sistema do Poder Judiciário.

Também há o Botão de Pânico para as mulheres com medida protetiva que terão atendimento prioritário.
Até maio de 2020, o aplicativo também terá outras funcionalidades para complementar o atendimento direto ao cidadão, como os programas Rede de Vizinhos, Rede de Segurança Escolar, Rede de Segurança Rural, Proerd, SOS Desaparecidos, Futebol Seguro, entre outros serviços.

SERVIÇOS AVANÇADOS

O coronel Araújo Gomes, comandante da PM e Secretário de Segurança Pública destaca o avanço na cadeia de serviços da Polícia Militar com o aplicativo. “Ele representa um novo patamar de relacionamento com a sociedade. Ele traz inovação e tecnologia para esse contato emergencial, que antes era só via 190. Essa nova ferramenta vai trazer muita qualidade para o nosso atendimento”, afirmou.

A advogada Giane Bello, presidente da Comissão do Direito da Mulher na OAB cumprimentou a iniciativa da Polícia Militar. Não é de agora que a instituição tem empreendido esforços imensos no sentido de conter a violência, não só contra a mulher.

O subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Jurídicos e presidente do Conselho Gestor do Fundo para Reconstituição de Bens Lesados, Fábio Trajano, lembra o excelente custo-benefício do projeto. “Ainda não temos os números que esse aplicativo trará de benefícios, mas com certeza muitas ocorrências deixarão de existir em virtude dos potenciais agressores já terem a consciência que a polícia pode ser acionada muito rapidamente”, ressaltou.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome