PRESERVAÇÃO: DEZ PONTOS TURÍSTICOS DE SC RECEBEM O CERTIFICADO “BANDEIRA AZUL”

Todos sabem que as praias do nosso litoral são importantes e fundamentais, como fontes de diversão e lazer da população. Mas, acima de tudo, nada desses encantos, na prática, valem a pena, se não houver respeito à preservação da natureza.

Mas, sem generalizar de que todas as praias catarinenses estão impróprias para banhos, felizmente, muitos pontos turísticos são exemplos de preservação, inclusive com selos de qualidade internacional.

Tanto é verdade que a Lagoa do Perí, em Florianópolis, praia Grande, em Governador Celso Ramos, Praias do Estaleiro, Estaleirinho, e a Marina Tedesco em Balneário Camboriú, praia de Piçarras, em Balneário Piçarras, praias de Quatro Ilhas e Mariscal, em Bombinhas, praia da Saudade (Prainha), em São Francisco do Sul e Iate Clube de Santa Catarina – Veleiros da Ilha, em Florianópolis vão receber amanhã na Capital os certificados do programa Bandeira Azul.

A entrega das comendas será coordenada pela Santur, a Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina por meio do Grupo de Trabalho de Turismo Náutico, às 16 horas na sede da Capitania dos Portos.

CERTIFICAÇÃO MUNDIAL

O Programa Bandeira Azul é um selo de caráter socioambiental reconhecido em todo o mundo e avalia itens como qualidade do mar, cuidados com meio ambiente e ações de sustentabilidade ambiental e foi criado pela FEE – Foundation for Environmental Education, uma instituição internacional com representantes de vários países. No Brasil, o operador nacional do Programa é o IAR – Instituto Ambientes em Rede.

As condecorações aos pontos turísticos catarinenses, representam a metade das 20 concedidas em todo país e segundo a presidente da Santur, Flávia Didomenico, “somos o estado mais azul do Brasil. Temos metade de todas as bandeiras conquistadas para esta temporada de verão”.

Segundo ainda a presidente da Santur, “a ampliação do selo Bandeira Azul no Estado reforça uma imagem positiva das praias e balneários. “Reflete o compromisso cada vez maior dos municípios com a sustentabilidade ambiental e respeito aos usuários das praias ou marinas, sejam residentes ou visitantes”, completa.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome