GOVERNADOR CARLOS MOISÉS DEMITE O SECRETÁRIO DE INFRAESTRUTURA

Como consequência da repercussão negativa na Assembléia Legislativa do comportamento do secretário Estadual da Infraestrutura, Carlos Hasller ao proibir o deputado Valdir Cobalchini de acompanhar, em seu gabinete, uma audiência pública com prefeitos da sua região, o governador Carlos Moisés demitiu hoje o titular da pasta.

A demissão veio um dia após a mesa da Assembléia Legislativa repudiar, em nota, o comportamento do agora ex-secretário.

Segundo revelou o deputado Cobalchini, ao entrar no gabinete do secretário de Infraestrutura para acompanhar o prefeito de Pinheiro Preto, foi surpreendido com a decisão do secretário para que se retirasse.

“Quando o prefeito foi chamado, como sempre faço, adentrei ao gabinete espaçoso do secretário e ele se disse surpreso com minha presença e enfatizou que o assunto era entre Estado e município e que portanto eu era um estranho, embora conhecendo o tema.

Na nota de repúdio, o deputado Júlio Garcia, presidente da Assembléia Legislativa foi taxativo:“ninguém é obrigado a ser político ou técnico, mas todo homem que exerce uma função pública tem de ter um mínimo de respeito e de educação”.
Júlio Garcia acrescentou ainda que o secretário Carlos Hasller não teve educação e espero que [o governador] tome alguma atitude em relação a este ato, que não estamos acostumados a presenciar no estado”.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome