PREFEITURA DE FLORIANÓPOLIS INAUGURA ESCOLAS DO FUTURO

Com  ensino curricular moderno e inovador oferecendo  aulas de múltiplas linguagens, como Português, Inglês, Língua Brasileira de Sinais (Libras) e Letramento Digital – que é relativo a modos de ler, escrever e interpretar informações, códigos e sinais verbais e não verbais com o uso de dispositivos digitais, o prefeito Gean Loureiro inaugurou hoje nos bairros da Tapera e Ratones duas unidades da chamada Escola do Futuro.

O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, afirma que as escolas do futuro são inovadoras em todos os âmbitos, desde a construção até o ensino.
“Trabalhamos em uma obra totalmente eficiente e na metade do tempo que normalmente teríamos condições de deixar uma escola pronta. Construímos uma unidade moderna e inteligente sem aditivos ou atrasos. Tudo isso para garantir uma educação com ainda mais eficiência e qualidade”, acrescenta.

ESTRUTURA

A Escola do Futuro tem diversos laboratórios, espaço maker, sala de artes, sala de música, sala de tecnologias, sala multimeios, biblioteca, além de um ginásio de esportes. A escola conta ainda com 3 quadras esportivas e refeitório. O investimento total foi de R$ 11 milhões e 785 mil.

São 12 salas de aula, com cinco turmas dos anos iniciais em tempo integral e oito turmas dos anos finais em tempo parcial e atendimento no contraturno por meio de oficinas e projetos.

A construção, com 5.455,20 m², tem diversos laboratórios, espaço maker, sala de artes, sala de música, sala de tecnologias, sala multimeios, biblioteca, além de um ginásio de esportes. A escola conta ainda com 3 quadras esportivas e refeitório. O investimento total foi de R$ 11 milhões e 785 mil.

Maurício Fernandes Pereira, secretário municipal de Educação, acompanhou todo o desenvolvimento do modelo de ensino até a sua concretização. Ele lembra que a inauguração da Escola do Futuro é a idealização de um projeto desenvolvido por diversos profissionais capacitados e prontos para entregarem uma educação ímpar: “A gente consegue colocar nessa escola um pouco dos nossos sonhos como educadores, e sabemos que nossos estudantes sairão daqui prontos e capacitados para os desafios do mercado de trabalho”.

TECNOLOGIA DE PONTA

A Prefeitura de Florianópolis utilizou a tecnologia BIM (Building Information Modeling – Modelagem de Informações da Construção) para a construção da Escola do Futuro de Ratones, permitindo criar digitalmente modelos virtuais precisos para uma construção e fiscalizar a obra em todas as etapas, inclusive antes que ela comece a ser executada.

O que era manual e depois feito em 2D, agora é modelado em 3D, identificando inconsistências e erros que tendem a retardar e aumentar o custo do projeto. Os modelos gerados por computador contêm geometria e dados necessários para o apoio às atividades de construção, fabricação e aquisição por meio das quais uma obra é realizada.

No caso da escola da Tapera, a partir de uma modelagem virtual, a obra foi executada sem interrupções, sem aditivos (uma constante principalmente em projetos financiados com recursos públicos) e de forma ágil, a ponto de permitir a antecipação da conclusão dos trabalhos em quase um ano. A metodologia reduz os desperdícios e evita desgastes.

 

 

 

 

 

 

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome