PALHOÇA REALIZA AÇÕES INTEGRADAS PARA MANUTENÇÃO DA SEGURANÇA PÚBLICA

Com operações integradas de abordagens sobre pessoas em situação de rua, fiscalização em comércios de sucata e ações de combate ao crime, a Prefeitura de Palhoça, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Pública, com apoio das Polícias Civil e Militar, Fundação Cambirela de Meio Ambiente e secretarias municipais de Saúde e Assistência Social, além da Fiscalização de Receita, Posturas e Vigilância Sanitária, vem realizando ações ostensivas na cidade.

Somente na última semana, as operações de segurança pública no município apreenderam veículo com placa adulterada, flagraram tráfico de drogas e encaminharam três proprietários de comércio de sucatas para registro de termo circunstanciado na Delegacia, por reincidência à ordem de fechamento da Secretaria Municipal de Fazenda. Além disso, cinco outros chamados “ferros-velhos” foram notificados pela Vigilância Sanitária com prazos para regularizar, principalmente, riscos à saúde pública Ao todo, oito estabelecimentos foram fiscalizados nos bairros Ponte do Imaruim, Caminho Novo e Aririu.

PROVIDÊNCIAS

O prefeito Camilo Martins lembra que o poder executivo encaminhou um projeto de lei para o Legislativo municipal sugerindo a concentração de comércio ou depósito de sucatas (desmanche) e resíduos, em uma única localidade.

No Centro da cidade e no bairro Ponte do Imaruim foram abordadas, ainda, nove pessoas em situação de rua (sete delas vindas do RS) para identificação, cadastramento, encaminhamento (para cidade de origem, família ou tratamento) e cumprimento de mandados de prisão (em caso de antecedentes criminais). Se o indivíduo em vulnerabilidade social aceita ajuda, o município pode auxiliar com passagem ou internação, se necessário

.Para alertar sobre o incentivo da esmola à permanência de pessoas em situação de vulnerabilidade total nas ruas, a Prefeitura implantou placas de orientação em semáforos de vários pontos da cidade. As placas informam, ainda, os números de contato para a abordagem da Secretaria de Assistência Social e o disque denúncia para flagrantes de trabalho infantil, situação comum entre famílias que moram nas ruas.

Para os comerciantes, a Secretaria de Segurança Pública elaborou uma cartilha sobre segurança no comércio com dicas de prevenção ao crime e possibilidades de um ambiente mais seguro. “Juntos, o poder público e a população são mais fortes contra a criminalidade”, avaliou o secretário municipal de Segurança Pública, Alexandre Sousa.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome