GOVERNO CONFIRMA: SC JÁ TEM CINCO CASOS DO CORONAVÍRUS

Durante lançamento hoje de um plano de ações para combater o avanço do coronavírus, o governo do Estado confirmou mais dois casos da doença em Santa Catarina. São pacientes que estiveram no exterior e contraíram o vírus fora do País. Aqui no estado, cinco pessoas já foram diagnosticados com a doença, 85 estão sendo monitorados e 39 foram já descartados.

O governo também colocou em prática o Plano Estadual de Proteção e Defesa Civil, com a convocação do Grupo Estadual de Ações Coordenadas. Os trabalhos estão sendo realizados no Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CIGERD), em Florianópolis.
Além disso, desde o dia 9, o Estado instituiu um Comitê de Operações em Emergência de Saúde (Coes) para monitoramento da situação. O núcleo elaborou documentos com diretrizes que serão repassadas aos municípios e cidadãos catarinenses, além daqueles que passam pelo Estado.

O governador Carlos Moisés garantiu que o Estado tem um plano de contingência para todas as situações e, inclusive, com condições de fechar todos os acessos à Santa Catarina em poucas horas se for preciso. O importante agora, segundo ainda o governador, é não entrar em pânico e que as pessoas, ao apresentarem os sintomas, busquem as unidades básicas de saúde que farão o devido direcionamento.Os hospitais e UPAs serão utilizados para casos emergenciais”, destacou o governador Carlos Moisés

CINCO CASOS DA DOENÇA EM SC

Os dois novos casos são de Rancho Queimado, na Grande Florianópolis, um homem e uma mulher estiveram no exterior e no retorno manifestaram os sintomas. De acordo com o relatório divulgado pelo Ministério da Saúde neste sábado, Santa Catarina agora tem 85 casos suspeitos, 5 confirmados e 39 descartados. A atualização está disponível no site http://www.saude.sc.gov.br/coronavirus

Diante do cenário, o governador Carlos Moisés divulgou uma série de medidas para ajudar a conter a transmissão do vírus em Santa Catarina. A partir dessa semana o Governo do Estado começa a se reunir com Tribunal de Justiça (TJ), Ministério Público (MP), Tribunal de Contas do Estado (TCE), Assembleia Legislativa (Alesc), Federação Catarinense dos Municípios (Fecam) e prefeituras para compartilhamento de medidas a serem tomadas. Todos os poderes e órgãos serão envolvidos na ação.

Em reunião com todos os secretários do Estado, o governo fez uma série de definições, entre elas estabeleceu o cancelamento de todos os eventos públicos do Executivo Estadual e suspensão da participação do poder público Executivo Estadual em viagens interestaduais e internacionais.Um decreto será publicado na segunda-feira com todas as normativas e medidas restritivas definidas no encontro.

“Não vamos intervir nos eventos privados, mas sugerimos que as pessoas deixem de ir a locais de grandes aglomerações, principalmente os grupos de maior risco, que são os idosos e pessoas com doenças crônicas. Estamos avaliando os eventos caso a caso”, destacou o secretário da saúde Helton de Souza Zeferino

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome