GOVERNO DE SC: COMPRA DE RESPIRADORES CONTINUA GERANDO DÚVIDAS E POLÊMICAS

A Assembléia  Legislativa instala amanhã a CPI que vai investigar supostas irregularidades na compra pelo governo do Estado de 200 respiradores de uma empresa que recebeu, antecipadamente, R$ 33 milhões e não entregou os equipamentos.

O deputado Ivan Naatz, líder do PL e autor do requerimento que aprovou a CPI lembrou que em entrevista hoje pela manhã,  os comandos  da Secretaria  de Administração, da Controladoria Geral de Santa Catarina e da Secretaria Executiva de Integridade e Governança explicaram como todo o processo de compra aconteceu e  “reconheceram  certas “fragilidades” no sistema de compras e licitação  sobre a polêmica aquisição dos 200 respiradores pagos antecipadamente pelo governo ao preço de R$ 33 milhões , reforça ainda mais a necessidade de uma investigação profunda”.

O parlamentar  considera que “pode estar  havendo uma junção de amadorismo e  má-fé com o dinheiro público , aproveitando-se de uma situação de calamidade”,  acrescentando  que muitas situações  precisam ser colocadas as claras nesta CPI que começa a ser instalada nesta terça-feira com a escolha e definição de nomes dos parlamentares integrantes . ” O governo pode ter caído num conto do bilhete premiado , mas é preciso apontar quem facilitou as coisas, quem pecou por ação ou omissão passando por cima de todo este sistema de controladoria e governança interna “, questiona.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome