CPI DOS RESPIRADORES REALIZA ACAREAÇÃO COM DOIS EX-SECRETÁRIOS DO GOVERNO MOISÉS

Os depoimentos da ex-superintendente de gestão administrativa da Secretaria Estadual da Saúde, Marcia Regina Pauli, dos ex-secretários Helton Zeferino e Douglas Borba, que comandaram as pastas da Saúde e Casa Civil, não convenceram com provas concretas a questão da compra de ventiladores mecânicos pelo governo do Estado perante à CPI dos Respiradores na Assembléia Legislativa na noite de terça feira e madrugada de hoje.

Durante os depoimentos, o que mais prevaleceu foi uma troca de acusações em que nenhum deles assumiu qualquer responsabilidade direta sobre a compra, interferências, influências e escolha de fornecedores, e, principalmente de quem deu as ordens para o pagamento antecipado de R$ 33 milhões à empresa weigamed para fornecer os respiradores que até hoje não foram entregues. Sobre a questão do pagamento antecipado, o ex-secretário Helton Zeferino chegou a dizer à CPI que não autorizou e nem sabe quem, dentro da Secretaria da Saúde, autorizou o pagamento à empresa fornecedora.

O relator da CPI, deputado Ivan Naatz avaliou os depoimentos como um jogo de empurra entre os depoentes e destacou que a prova dos nove sobre todas dúvidas do processo dos respiradores será desvendada na próxima terça feira quando haverá, em nova audiência da CPI, quando por acareação, estarão frente à frente, Helton Zeferino, Douglas Borba e Marcia Regina Pauli.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome