FRENTE À CRISE DA ECONOMIA DE SC REGISTRA CRESCIMENTO

Apesar da crise gerada pela pandemia do coronavírus, um balanço da Secretaria Estadual da Fazenda revela que somente no mês de junho, vários setores da economia catarinense obtiveram avanços positivos, como o agronegócio, bebidas, embalagens e descartáveis, materiais para construção, medicamentos e supermercados.

Os números foram destacados pelo secretário da Fazenda, Paulo Elí, durante reunião hoje com o grupo econômico que reúne diversas entidades, como FIESC, Ministério Público, Fecam, Assembleia Legislativa, Faesc, Fecomércio e FCDL.

O presidente da Fiesc, Mario Cezar de Aguiar, ressaltou que “as informações dão uma posição mais real de como está a economia catarinense”, que no início da semana, o Conselho das Federações Empresariais manifestou apoio à decisão do governo catarinense em não decretar bloqueio total, mas sim, publicar medidas de combate ao coronavírus considerando as realidades regionais e municipais.

O grupo econômico é coordenado pelo governo e foi formado para discutir os desafios do estado no enfrentamento à pandemia. O presidente da FIESC defende que o grupo econômico continue atuando em ações de crescimento da economia mesmo depois da pandemia.

- Parceiro -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, informe seu nome